Como exercitar a sua Memória

By | 20/02/2015

A memória é sempre um grande mistério para a ciência e para as pessoas que tentam entendê-la. Quando você mais precisa dela, para lembrar algo muito importante ela simplesmente acaba deixando você na mão. Mas apesar de ser um mistério também para profissionais da área, a memória possui alguns exercícios que permitem exercitá-la.

Queixas sobre falta de memória são bastante comuns e o problema afeta pessoa de todas as idades. A idade prejudica o funcionamento da memória, mas outros fatores também podem prejudicá-la. O uso continuo de remédios controlados, por exemplo, prejudica diretamente a memória.

A leitura, segundo médicos especialistas em neurologia, é o principal e mais eficaz exercício para a memória. Mas há outras técnicas. Uma delas, a chamada neurobiótica é algo como a malhação do cérebro e pode prevenir que o cérebro tenha problemas futuros, além de evitar também o atrofiamento da massa cinzenta.

Hoje em dia, com a vida corrida, principalmente nas grandes cidades, muitos compromissos e responsabilidade quase todo mundo, alguma vez na vida ou em alguma situação, é traído pela memória. Prazos, relatórios, dead lines, metas, reuniões, tudo isso pode influenciar na sua memória e lhe causar problemas com elas.

Segundo especialistas, a memória depende diretamente do estado emocional da pessoa, portanto todo o stress pode prejudicá-la. A ausência de memória pode ocorrer também por falta de atenção nas atividades que estão sendo executadas no momento, afinal hoje em dia as pessoas se condicionaram a fazer diversas coisas ao mesmo tempo, deixando a concentração de lado.

Para entender melhor como funciona todo o funcionamento da memória, você deve ter em mente que são dois tipos de memória: uma de curto prazo e outra de longo prazo. A memória de curto prazo serve para armazenar informações por um período mais curto, com prazo de validade. Um número de telefone que você deixa para anotar segundos depois, por exemplo, é armazenado aí. Já a de longo prazo armazena informações úteis, que seu próprio cérebro determina que é importante e que não pode ser esquecida.

Há ainda uma terceiro processo, chamado de consolidação da memória. Isso ocorre quando você precisa transmitir as informações contidas na memória de curto prazo para a de longo prazo. Por isso ocorrem situações onde a resposta está na ponta da língua, mas você não consegue se lembrar. Há também situações chamadas de falsa memória, quando você tem certeza que sabe, mas na verdade nunca viu aquela situação.

Há alguns exercícios recomendados por especialistas que exercitam sua memória e lhe deixam com muito mais facilidade para se lembrar das coisas. A primeira delas é a prática regular de técnicas de relaxamento. O relaxamento desestressa o cérebro e permite que a informações fiquem mais fáceis de serem encontradas.

Médicos indicam que a música clássica também são interessantes para reforçar as habilidades de raciocínio do cérebro, aumentando sua capacidade de busca. Lembrar de situações, histórias, coisas que se viveu também colabora para o bom funcionamento da sua memória, pois o cérebro trabalha por associação e uma coisa vai puxando a outra. Além da leitura, a escrita também auxilia as lembranças. Quem já não tentou fazer uma cola nos tempos de escola e na hora h nem precisou utilizar? Pois é, quando você escreve, as informações fixam na memória com maior facilidade. Quanto mais detalhes você escrever, melhor.

Organizar o que se pensa também é importante e quando o pensamento desvia, quando algo lhe escapa, você deve tentar se concentrar para voltar do ponto que parou. Refazer passos, repassar as letras do alfabeto para tentar lembrar de algum letra que te de uma pista, ou até mesmo se lembrar do contexto, de uma forma geral, pode ser um ótimo exercício.

Outro exercício ótimo para a mente é dormir bem. Um sono tranquilo lhe deixará com a mente mais limpa e lhe dará mais facilidade para se lembrar de algo. A alimentação também influencia, portanto você deve comer alimentos leves e tomar bastante água para evitar problemas de memória.

Números são ótimos aliados na hora de se lembrar de algo. Separar números, de placas, de casas, etc, lhe fará lembrar mais facilmente de algo. Enfatizar e repetir datas, nomes, ou locais também farão bem à sua memória. Enfatizar uma circunstância, lembrar de um desenho, uma música, uma rima, ou algo que você realmente aprendeu lhe dará uma memória saudável.

A glicose é uma substância que pode estimular o cérebro e faz bem par a memória, porém não deve-se abusar, já que o excesso pode fazer mal. Sedativos são péssimos para a memória, portanto, evite-os, qualquer tipo. Quando se aprende algo é necessário muita atenção no começo e no fim do aprendizado, já que o cérebro tem mais facilidade para memorizar durante esses dois períodos.

Portanto, agora você já tem uma série de dicas que podem ser importantes no combate à falta de memória. Descansar, ter uma alimentação saudável e tranquila, sempre tentando se desvencilhar do stress do dia a dia são fundamentais para o bom funcionamento do cérebro. Uma cabeça descansada, tranquila, calma, sem preocupações funciona muito melhor, em todos os aspectos e, principalmente, nas áreas da memória.

Problemas com memória são comuns nos dias de hoje, mas existem formas de se cuidar. Os exercícios para sua memória podem não ter 100 % de eficiência, mas garantem mais rapidez e facilidade na busca por fatos, lugares, nomes ou números na sua memória.

A memória é uma capacidade especial do ser humano, portanto devemos cuidar dela. Afinal, como dizem os mais velhos, não se leva nada dessa vida, apenas as lembranças, as memórias! Fique atento e utilize as dicas acima para evitar que sua memória se torne mais um problema na sua vida. Leve uma vida saudável, sem stress e aproveite toda a capacidade do seu cérebro, evitando ficar na mão quando você mais precisa dele.

As dicas estão aí, basta você aproveitá-las para evitar esquecimentos e se lembrar de tudo com muito mais facilidade. Vale a pena, pode acreditar, nada como ter uma memória saudável, sem complicações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *